‘Animal louco’ viveu entre o último dos dinossauros.


112037752_mammal_rtr

Um mamífero do tamanho de um gato, apelidado de “animal louco”, viveu em Madagascar entre alguns dos últimos dinossauros a andar pela Terra, revelaram cientistas.

O fóssil de 66 milhões de anos é descrito na revista Nature.

Sua descoberta desafia suposições anteriores de que os mamíferos eram geralmente muito pequenos – do tamanho de ratos – neste momento de sua história evolutiva.

Os pesquisadores dizem que esse animal pesava 3 kg e não havia atingido o tamanho adulto.

Os cientistas pensam que a criatura do tipo texugo, conhecida como Adalatherium hui , teria se enterrado.

Ele tinha uma grande coleção de nervos no focinho, tornando essa área extremamente sensível – um recurso frequentemente visto em animais escavadores.

Antes que os mamíferos dominassem a Terra, eles provavelmente precisavam correr e se esconder dos dinossauros muito maiores que governavam nosso planeta – sem mencionar outros predadores.

  • Fóssil ‘galinha-da-maravilha’ pode ser ave precoce
  • ‘Dinossauros caminharam pelas florestas tropicais antárticas’
  • África antiga, lar de três espécies humanas

O espécime fóssil foi encontrado em 1999 na bacia de Mahajanga, no noroeste de Madagascar.

É o mamífero mais completo e bem preservado encontrado em Gondwana – um antigo supercontinente do sul que já incluía Índia e África – durante o tempo dos dinossauros.

No entanto, quando este mamífero w tão vivo, Gondwana estava terminando, e Madagascar já havia se tornado uma ilha.

Os membros da equipe acham que o Adalatherium enfrentaria diferentes tipos de predadores, bem como diferentes fontes de alimentos, na ilha, para os mamíferos que vivem no continente. Isso pode ter levado o animal a evoluir seu tamanho grande.

O espécime muito completo fornece aos cientistas uma visão rara de um ramo de mamíferos – conhecido como gondwanatherianos – que agora foram extintos.

O nome “Adalatherium” é traduzido das línguas malgaxe e grega e significa “besta louca”.

A descoberta “dobra e até quebra muitas regras”, disse David Krause, do Museu de Natureza e Ciência de Denver, que liderou a pesquisa.


Like it? Share with your friends!

0

‘Animal louco’ viveu entre o último dos dinossauros.

log in

reset password

Back to
log in